• Background Image

    News & Updates

    pólen livros

March 2, 2018

Campanha Internacional: #HerStory

Todos nós deveríamos ser quem sonhamos, falar o que pensamos e alcançar nossos objetivos na vida. No entanto, muitas mulheres ao redor do mundo não têm liberdade para fazerem o que desejam, por isso nossa missão é apoiá-las e dar espaço para que elas propaguem suas vozes. Estamos aqui para inspirá-las a contar suas histórias, a mostrar seus pontos de vista e a lutar por igualdade.

Dia Internacional da Mulher, celebrado em 8 de março, é a oportunidade perfeita para nos unirmos por meio do poder das histórias, portanto nós convidamos você a escrever uma obra em que a protagonista seja uma mulher! De 2 de março a 15 de abril, vamos receber histórias sobre mulheres, suas realizações, sua força, seus obstáculos, sua coragem ou sua rotina diária.

Sua obra pode ser sobre qualquer tema, desde que siga três regras: 1) a protagonista seja do sexo feminino; 2) a história não ultrapasse o limite de 5.000 palavras (ficção e não-ficção em prosa; poesia não será aceita) e 3) você (a autora) seja do sexo feminino.

Nós queremos encorajá-la a pensar criticamente sobre o papel das mulheres em nossa sociedade, ou a escrever um texto em homenagem a elas. Caso queira compartilhar suas ideias para um mundo melhor, escreva sobre um dos principais problemas dos dias de hoje:

  • Desigualdade de gênero;
  • A divisão estereotipada de tarefas domésticas;
  • Violência contra a mulher e assédio sexual;
  • Discriminação no local de trabalho;
  • A imagem da mulher criada pela mídia.

Ou, quem sabe, sobre uma super-mulher capaz de mudar o mundo? Esses são apenas alguns exemplos, o tema está aberto!

Em parceria com o Leia Mulheres, temos um grupo de 14 juradas para selecionar as 10 melhores histórias em português. Elas serão reunidas e publicadas em uma coletânea por meio da plataforma de autopublicação do Sweek e suas autoras receberão uma cópia gratuita do e-book. Além disso, vamos doar € 1,00 por cada cópia vendida (e-book ou impresso) para uma das instituições globais que defendem causas feministas. De acordo com a escolha das finalistas, a quantia em dinheiro será encaminhada para uma ONG (Malala Fund, UN Women ou Mama Cash).

As 3 histórias vencedoras também serão publicadas em uma coletânea organizada pelo Leia Mulheres e publicada pela editora independente Polén Livros, incluindo as obras vencedoras do concurso #LeiaMulheres realizado no ano passado. Ou seja, ao final do #HerStory, duas antologias serão publicadas: uma por meio do Sweek e outra junto ao Leia Mulheres e Polén Livros.

PARCEIROS E JÚRI

Essa campanha é apoiada por instituições e pessoas em uma missão para mudar vidas.

PARCEIROS

LEIA MULHERES
https://leiamulheres.com.br/
Em 2014, a escritora Joanna Walsh propôs o projeto #readwomen2014 (#leiamulheres2014), que consistia basicamente em ler mais escritoras. O mercado editorial ainda é muito restrito e as mulheres não possuem tanta visibilidade, por isso a importância desse projeto. Em 2015, Juliana Gomes convidou as amigas Juliana Leuenroth e Michelle Henriques para transformarem a ideia de Joanna Walsh em algo presencial em livrarias e espaços culturais. Um convite à leitura de obras escritas por mulheres, de clássicas a contemporâneas.

PÓLEN LIVROS
https://polenlivros.lojavirtualnuvem.com.br/
A Pólen Livros é uma editora independente, que apoia causas feministas e produz livros de autores brasileiros instigantes e ousados para crianças e adultos.

JÚRI

Bruna Giovana Bengozi
Bacharela e licenciada em História pela Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da Universidade de São Paulo (2012). Mestra em História Social pelo Programa de Pós-Graduação em História Social da Universidade de São Paulo (2016). Apaixonada por História, Filosofia, Música e Literatura, sendo participante do Leia Mulheres Sorocaba desde 2016. Desde janeiro, tornei-me mediadora do Leia ao lado da Francine Ramos.

Danielle Gonçalves
Psicóloga e terapeuta sistêmica por formação; leitora por opção.

Elaine Rapôso
Formada em Letras com mestrado e doutorado em Estudos Literários. Pesquisadora de autoria feminina e experiência como membro da comissão julgadora de alguns editais de publicação locais.

Fernanda Isla
Artista plástica, graduanda em Direito, escreve para o QG Feminista e mediadora do Leia Mulheres.

Ivone Mariano da Silva
Formada em Letras, membro participante do núcleo de criação literária da UFABC, participante do clube de leitura Leia Mulheres há 1 ano e meio e mediadora do mesmo clube, na cidade de Mauá, desde out/2017.

Juliana Gomes
Juliana Gomes é uma das coordenadoras do Leia Mulheres, trabalha no mercado editorial há mais de 20 anos, formada em Marketing e especialista em negócios editoriais.

Lindevania Martins
Lindevania de Jesus Martins Silva é graduada em Direito com Mestrado em Cultura e Sociedade (UFMA). É defensora pública, atuando no Núcleo Especializado de Defesa da Mulher e População LGBT, no Maranhão. Primeiro lugar por duas vezes consecutivas no Concurso Literário Cidade de São Luís, na categoria contos. Possui contos e poemas publicados em antologias e revistas. Premiada em concurso de originais da Editora Benfazeja (2017) e autora dos livros de contos “Anônimos” e “Zona de Desconforto”.

Manoella Back Neves
(De) formação em Jornalismo e especialização em Cultura e Literatura. Jornalista freelancer e mediadora do projeto Leia Mulheres em Blumenau (SC) desde agosto de 2016. Militantes dos direitos das mulheres e das pessoas com deficiência. Ainda tem tempo de ser aquariana raiz, teatreira, curiosa, criativa e criadora a cada instante.

Mariana Souza Paim
Licenciada em História pela Universidade Estadual de Feira de Santana e mestre em Estudos Literários pela mesma instituição. Atualmente, dedica-se ao magistério e à pesquisa literária, principalmente sobre as configurações da lesbianidade presentes na obra de Cassandra Rios e a escrita literária, além de outros projetos relacionados à literatura, como o Leia Mulheres.

Raigil Correia Rosas
Licenciada em Letras pelo Centro Universitário Jorge Amado (UNIJORGE), atua como Professora de Redação na rede particular de ensino de Vitória da Conquista. Atualmente está envolvida em projetos de incentivo à leitura deste município, além de ser artesã.

Renata Arruda
Mediadora do Leia Mulheres – Campo Grande, na Zona Oeste do Rio de Janeiro. Estuda Letras e trabalha como redatora e jornalista cultural freelancer.

Renata Oliveira dos Santos
Psicóloga, mestre em Literatura, professora, mediadora do @leiamulherescg e poeta amadora.

Taiga
Assistente Social formada, estudante de Letras e mediadora do Leia Mulheres na cidade de Vitória (ES).

Thais Cristina Vitale
Editora de livros didáticos e professora de Língua Portuguesa e Literatura. Ministra cursos de formação de professores e, em São Bernardo do Campo (SP), é mediadora do projeto Leia Mulheres.

 

RESULTADO
Confira quem foram as finalistas e vencedoras do concurso:

1º lugar:
“Uma Mulher Olhando Uma Árvore”, de Julia Codo
http://bit.ly/mulherolhando

2º lugar:
“Através da Fresta”, de Cila Santos
http://bit.ly/atravesfresta

3º lugar:
“As Novas Intermitências da Morte”, de Amanda Lins
http://bit.ly/intermitencias

Finalistas:
“Teto e Pingado” de Maria Carolina Fernandes
http://bit.ly/tetopingado

“Abandono”, de Luíse Bergantin
http://bit.ly/ab4ndon0

“Prisioneira”, de Mariana Mendes
http://bit.ly/Prisioneira

“Retrovisor Mudo”, de Mayara Neris
http://bit.ly/retrovisormudo

“John Wayne”, de G. de Oliveira
http://bit.ly/JohNWayne

“Entre a Realidade e a Ficção”, de Fernanda Marsico
http://bit.ly/realfic

“Uma Aliança de Diamantes”, de Zulmira Carvalheiro
http://bit.ly/aliancade

VEJA COMO PARTICIPAR

Passo 1: Baixe o Sweek para Android, iOS ou use a plataforma pelo computador:
Site: https://sweek.com
Android: http://bit.ly/SweekforAndroid
iOS: http://bit.ly/SweekforiOS

Passo 2: Crie uma conta ou registre-se.
Passo 3: Submeta a sua história clicando em “Minhas histórias” e “Nova história”.  
Passo 4: Insira a tag #HerStory.

Regras

1. A história deve ser escrita em português.

2. Todas as obras devem ser escritas por uma mulher (cis ou trans).

3. As histórias precisam respeitar o próximo, independentemente de gênero, religião, orientação sexual e etnia.

4. Sua obra e seu comportamento durante o concurso devem estar de acordo com as Regras da Comunidade do Sweek. Comentários desrespeitosos e spam não serão permitidos. Em caso de quebra de qualquer uma dessas regras, sua história será desclassificada e sua conta poderá ser bloqueada.

5. Você precisa ter 13 anos ou mais para poder participar. Participantes mais novos precisam da permissão dos pais ou responsáveis. No entanto, não é necessário enviar nenhum documento formal para o Sweek ou para o grupo Leia Mulheres.

6. Não haverá restrição de gênero literário ou assunto. Serão aceitas histórias reais e ficção apenas em prosa. Porém, o texto não pode ter mais que 5.000 palavras.

7. A obra não precisa ser exclusiva, você pode publicá-la em outros lugares. Obviamente, a história deve ser de sua autoria; plágio é crime.

8. Textos previamente publicados no Sweek não serão aceitos, ou seja, o texto deve ser inédito na plataforma.

9. Se você não tem interesse que sua obra seja incluída na coletânea ou que apareça no site de nossos parceiros, mande um e-mail para contato@sweek.com para nos avisar. Autoras incluídas na antologia receberão um e-book gratuito, mas não irão receber royalties por cópias vendidas. Os ganhos serão usados para cobrir parte dos gastos com a competição e para a doação para uma das seguintes ONGs: Malala Fund, UN Women ou Mama Cash.

10. Você pode participar com mais de uma história, desde que cada uma seja publicada separadamente e contenha a tag #HerStory.

11. A história deve ser escrita por apenas uma pessoa, ou seja, coautorias não serão possíveis.

12. Serão aceitas histórias publicadas entre os dias 28 de fevereiro e 15 de abril até 23:59 CET (Central European Time).

13. Os resultados serão anunciados no dia 24 de maio. As 3 histórias vencedoras serão incluídas em uma antologia organizada pelo Leia Mulheres e publicada pela editora Polén Livros. As 10 melhores histórias (3 vencedoras + 7 finalistas) serão publicadas em um livro organizado pelo Sweek, publicado pela plataforma de autopublicação Sweek Publishing e vendido na loja online do Sweek.

Boa sorte!